Estudar é muito importante. Mas pode-se estudar de tantas maneiras! José Carlos Ary dos Santos
.posts recentes

. Cidade do Porto em slide-...

. Organização Temática

. Literatura Portuguesa

. Sophia de Mello Breyner A...

. António Gedeão

. Eugénio de Andrade

. cecília de meireles

. "A Lua de Joana"

. Alice Vieira

. Aula de avaliação

.arquivos

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.links
Domingo, 5 de Novembro de 2006
Rui Veloso

Rabisco & Rascunho

 

 

Imagem: www.ruiveloso.net/

 

Rui Manuel Gaudêncio Veloso (30 de Julho de 1957, Lisboa), embora nascido em Lisboa o cantor muda-se para o Porto com apenas três meses. É um cantor, compositor e guitarrista  português.

Considerado por muitos como o pai do rock português, movimento musical surgido no início da década de 80, foi como intérprete de blues que começou a sua carreira numa banda de garagem chamada Magara Blues.

Toca harmónica desde os 6 anos. Diz-se apreciador de B.B. King e Eric Clapton, entre outros nomes consagrados. Actuou por duas vezes com o primeiro no Coliseu do Porto e no de Lisboa, em concertos aplaudidos pela crítica. É reconhecido internacionalmente como o mais autêntico bluesman português.

 

A sua obra é notável e foi já reconhecida pelo Estado Português na figura do então Presidente da República, o dr. Mário Soares, que lhe atribuiu a "Grã-Cruz da Ordem do Infante".

 

É o segundo nome da música portuguesa que mais páginas tem destinadas na "Enciclopédia da Música Portuguesa", só ultrapassado por Amália Rodrigues.

 

[texto com supressões]

 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Rui_Veloso

Letra da Música «Porto sentido»

Quem vem e atravessa o rio
Junto à serra do Pilar
vê um velho casario
que se estende ate ao mar

Quem te vê ao vir da ponte
és cascata, são-joanina
dirigida sobre um monte
no meio da neblina.

Por ruelas e calçadas
da Ribeira até à Foz
por pedras sujas e gastas
e lampiões tristes e sós.

E esse teu ar grave e sério
dum rosto e cantaria
que nos oculta o mistério
dessa luz bela e sombria

[refrão]
Ver-te assim abandonada
nesse timbre pardacento
nesse teu jeito fechado
de quem mói um sentimento

E é sempre a primeira vez
em cada regresso a casa
rever-te nessa altivez
de milhafre ferido na asa

 http://rui-veloso.letrasdasmusicas.com.br/porto-sentido-letra.html

Filipa Barros, 12 anos, 6ºI

 

(Actualizado em 24.05.2007)

 

publicado por aprendizagensnanet às 21:20
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Filipa a 15 de Junho de 2007 às 22:50
olá professora não sei se já reparou mas eu já consegui publicar o post com a letra da música do cantor bom fim de semana.bjs!!!!!!!!!!!

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.links
.subscrever feeds