Estudar é muito importante. Mas pode-se estudar de tantas maneiras! José Carlos Ary dos Santos
.posts recentes

. Cidade do Porto em slide-...

. Organização Temática

. Literatura Portuguesa

. Sophia de Mello Breyner A...

. António Gedeão

. Eugénio de Andrade

. cecília de meireles

. "A Lua de Joana"

. Alice Vieira

. Aula de avaliação

.arquivos

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.links
Segunda-feira, 4 de Dezembro de 2006
S. João do Porto

 

 RABISCO&RASCUNHO

0004w6xz

http://torrinhasnetianos5c.blogs.sapo.pt/ (imagem alterada)

 

Festa grande, o S. João tripeiro tem de ser entendido como uma grande

manifestação de massas, eminentemente festiva, de puro cariz popular e que dura toda uma noite, com uma cidade inteira na rua, em alegre e fraterno convívio colectivo.


De raiz nitidamente pagã, o S. João do Porto assenta, fundamentalmente em “sortes” amorosas, encantamentos e divinações que se devem relacionar, por um lado, com o casamento, a saúde e a felicidade, mas que andam também estreitamente ligadas aos antigos cultos pagãos do Sol e do fogo e às virtudes das ervas bentas, ao orvalho, às fogueiras, à água dos rios, do mar e das fontes.


Um antigo costume são-joanino consiste em fazer subir balões confeccionados com papéis de várias cores. Sobem ao ar como sóis iluminados sob o impulso do fumo e o calor de uma chama que consome uma mecha de petróleo ou resina. Práticas com resquícios de um antigo culto ao Sol.

 

S. João é também casamenteiro. Ao toque da meia noite a menina casadoira atira um cravo para a rua. Se for apanhado por um rapaz, em breve ela casará. O mês de Junho passa célere por entre o canto fruste das cigarras e a risada vermelha das papoilas.

 

 É este cheiro a gente, a manjerico e erva cidreira, é esta poesia popular impregnada do espírito folgazão do povo que enche Junho no Porto e se expande do coração da gente, sobe ao ar como um fogo de artifício que estreleja e ilumina a noitada.

http://www.porto.turismo.pt

[texto com supressões]

Publicado em Blog Dos Caloiros

[24 de Junho de 2006]

Cláudia Carneiro, nº7, 6ºC

 

[Actualizado em 30.05.07]

 

 

publicado por aprendizagensnanet às 15:17
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Cláudia a 30 de Maio de 2007 às 16:19
Ao mudar a cor do 2º parágrafo ele ficou preto, enquanto que os outros estão cinzentos.
Agora não consigo mudar, porque a cor que está definida pelo blog não está na paleta de cores do editor.
Que posso fazer?

Bjs!
De aprendizagensnanet a 9 de Junho de 2007 às 02:39
Olá Claudia, só há pouco fui ao vosso email e vi o teu comentário.

A cor de base é o cinza [prédefinido] pelo sapo. Efectivamente, na paleta de cores, só por 'experimentação' chegas lá! Penso q está logo na primeira fileira de cores, mas dp vejo isso!

Diverte-te no f-s prolongado
bjs

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.links
.subscrever feeds