Estudar é muito importante. Mas pode-se estudar de tantas maneiras! José Carlos Ary dos Santos
.Direitos de Autor
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
.posts recentes

. Cidade do Porto em slide-...

. Organização Temática

. Literatura Portuguesa

. Sophia de Mello Breyner A...

. António Gedeão

. Eugénio de Andrade

. cecília de meireles

. "A Lua de Joana"

. Alice Vieira

. Aula de avaliação

.arquivos

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.links
Sexta-feira, 15 de Junho de 2007
Cidade do Porto em slide-show
 
 
 
Somos um grupo de alunos da Escola Francisco Torrinha. Vivemos no Porto, temos 11/12 anos e frequentamos as turmas 6C/6I .
Este blogue foi administrado por nós. A nossa professora de Português entregou-nos essa missão!
Chama-se Projectos.com porque nele demos vida a alguns projectos que fomos rabiscando ao sabor do tempo e das ideias ao longo do ano lectivo 2006/2007.
No final do ano, decidimos organizar um blogue temático sobre o nosso país, apresentando a nossa perspectiva de jovens cidadãos, integrando-o num projecto europeu.
Projectos.com foi desenvolvido em horas extra-curriculares para enriquecimento de conhecimentos.
Todas as quintas-feiras, nos reuniamos na sala TIC e nela debatiamos com a nossa Professora os rabiscos&rascunhos que foram sendo publicados, uns mais aperfeiçoados do que outros, mas todos criados com entusiamo e alegria num ambiente de alegre partilha de experiências para levar mais longe os nossos saberes!

Não se admirem portanto de fazer a leitura deste blogue em sentido inverso, porque foi assim que ele foi concluido.

Bem-vindos a este nosso blogue! Esperamos que queiram partilhar das nossas aprendizagens!
 
Administradores Torrinhas
Ana Isabel Coelho
Ana Sofia Fernandes
Bárbara Pereira
Carolina Neves
Claudia Carneiro
Filipa Barros
Francisca Miranda
Francisco Melo
Francisco Santana
Inês Gil
Mafalda Morais
Nuno Teixeira
Renata Silva
[lista actualizada em 30.Jan.2007]
Carolina Neves, 12 anos, 6C
15.Junho.2007

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative
 
sinto-me:
publicado por aprendizagensnanet às 12:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 29 de Maio de 2007
Organização Temática

 

00041k2a

 

Jovens Administradores,

O final do ano aproxima-se. É chegada a altura de organizar este blogue para darmos o projecto por concluído.

É necessário rever o plano temático e finalizar os posts já publicados.

Por último, elaborar um post de apresentação e conclusão de Projectos.com

 

Bom trabalho!

 

G.S.

[07.05.07]

 


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative

sinto-me:
publicado por aprendizagensnanet às 00:45
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Maio de 2007
Literatura Portuguesa
 

 

Slideshow - Autora Carolina Neves, 12 anos, 6C 

 

Que bom! Não havia aulas, nem deveres, naquela tarde de sábado. Podia gastar o tempo a vontade... Boa altura para um pincho no sonho.

 

Luisa Dacosta, O Perfume do Sonho na Tarde, edições Asa, Maio 2004, 1ª edição

 

Esta a nossa última página do Projectos.com! Dedicada a Escritores Portugueses que fomos lendo durante estes dois anos de ciclo.

A leitura foi uma das nossas principais actividades. Lemos muitos livros, de tantos autores que seria impossível falar de todos. Fizemos uma curta selecção de alguns dos que mais nos agradaram pelas obras que lemos e pelo estudo que deles fizemos. Desenvolvemos vários projectos à volta da Hora da Leitura que nos agradaram muito.

 

 Carolina Neves, 12 anos, 6C

 


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative

publicado por aprendizagensnanet às 14:51
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 12 de Abril de 2007
Sophia de Mello Breyner Andresen
 
sophia 
 

http://www.triplov.com/sophia/sophia

 

Sophia de Mello Breyner Andresen nasceu no Porto em 6 de Novembro de 1919. Foi nessa cidade e na Praia da Granja que passou a sua infância e juventude. Frequentou Filologia Clássica na Universidade de Lisboa, mas não chegou a terminar o curso.

Foi  mãe de cinco filhos que a motivaram a escrever contos infantis.

 

Obras poéticas:

Poesia (1944), Dia do Mar (1947), Coral, (1950), No Tempo Dividido, (1954), Mar Novo (1958), Livro Sexto (1962) Geografia (1967), Dual (1972), Nome das Coisas (1977), Musa (1994).

 

Obras narrativas:

O Cavaleiro da Dinamarca, Contos Exemplares, Histórias da Terra e do Mar, A Floresta, A Menina do Mar, O Rapaz de Bronze, A Fada Oriana.

http://www.calendario.cnt.br/sophia.htm

 
Em Setembro veio o equinócio. Vieram marés vivas, ventanias, nevoeiros, chuvas, temporais. As marés altas varriam a praia e subiam até à duna.
Certa noite, as ondas gritaram tanto, uivaram tanto, bateram e quebraram-se com tanta força na praia, que, no seu quarto caiado da casa branca, o
rapazinho esteve até altas horas sem dormir. As portadas das janelas batiam. As madeiras do chão estalavam como madeiras de mastros. Parecia que as ondas iam cercar a casa e que o mar ia devorar o Mundo. E o rapazito pensava que, lá fora, na escuridão da noite, se travava uma imensa batalha em que o mar, o céu e o vento se combatiam. Mas por fim, cansado de escutar, adormeceu embalado pelo temporal.
Sophia de Mello Breyner Andresen, A Menina do Mar, Figueirinhas Editora
 

Inês Gil, 12 anos, 6C

Cláudia Carneiro, 11 anos 6C

13.06.2007

 


Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative



 

publicado por aprendizagensnanet às 14:50
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Abril de 2007
António Gedeão

Rabisco&Rascunho

0005ydcx

 

Ilustração: http://www.bn.pt/agenda/romulo-carvalho.html

 

 

Afirmando-se como um dos mais brilhantes e talentosos criadores lusófonos do século XX, Rómulo de Carvalho/António Gedeão, respectivamente, o professor, pedagogo e historiador da ciência, e o seu alter-ego literário, atravessou todas as convulsões e acontecimentos marcantes do nosso século, que se reflectiram no formar-se de um espírito extremamente marcado pelo cepticismo e pela ironia, sempre presentes nos seus poemas.

Licenciado em Ciências Físico-Químicas pela Universidade do Porto em 1931, traduziu como ninguém, a ciência para os leigos, desvendando segredos científicos com a mesma simplicidade com que os exemplificava.

Lisboeta toda uma vida, uniu de forma exemplar, através da sua obra, a ciência e a poesia, a vida e o sonho. Apesar de só aos 50 anos ter decidido publicar o seu primeiro livro de poesia, inaugurando assim uma carreira que se afirmou por si própria na cultura portuguesa, tornou-se uma figura de referência incontornável no imaginário colectivo do povo português, principalmente para toda a geração da "Pedra Filosofal".

 

http://www.citi.pt/cultura/literatura/poesia/antonio_gedeao/

 

(texto com supressões)

 

Filipa Barros, 12 anos, 6I

 

(Actualizado em10.05.2007)

publicado por aprendizagensnanet às 14:57
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 29 de Dezembro de 2006
Eugénio de Andrade

http://catarinia.no.sapo.pt/Universo%20Catariniano/eugenio_andrade.jpeg

Eugénio de Andrade nasceu na Póvoa da Atalaia, no Fundão.

Ao longo da sua vida viveu em Lisboa, em Coimbra, onde terminou o liceu, e no Porto onde viveu durante largos anos.

Eugénio de Andrade é considerado um dos maiores poetas portugueses contemporâneos, encontrando-se a sua obra traduzida em várias línguas.

http://www.ecolenet.nl/tellme/poesia/eugenio.htm
(texto com supressões)
 

OBRAS DE EUGÉNIO DE ANDRADE

 

As Mãos e os Frutos,1948);
Os Amantes sem Dinheiro,1950;
As Palavras Interditas,1951;
Até Amanhã,1956;
Coração do Dia, 1958;
Mar de Setembro, 1961;

Ostinato Rigore
, 1964;
Antologia Breve, 1972;
Véspera de Água, 1973;
Limiar dos Pássaros,1976;
Memória de Outro Rio, 1978;

Rosto Precário,
1979;
Matéria Solar, 1980;
Branco no Branco, 1984;
Aquela Nuvem e Outras, 1986;
Vertentes do Olhar, 1987;
O Outro Nome da Terra, 1988;
Poesia e Prosa, 1940-1989;
Rente ao Dizer,
1992;
À Sombra da Memória, 1993;
Ofício de Paciência, 1994;
Trocar de Rosa / Poemas e Fragmentos de Safo, 1995;
O Sal da Língua,1995

 

Poemas

 

Faz de conta

  

- Faz de conta que sou abelha.
- Eu serei a flor mais bela

- Faz de conta que sou cardo.
- Eu serei somente orvalho.

- Faz de conta que sou potro.
- Eu serei sombra em Agosto.

- Faz de conta que sou choupo.
- Eu serei pássaro louco,
   pássaro voando e voando
   sobre ti vezes sem conta.

- Faz de conta, faz de conta.

 

Frente a frente

Nada podeis contra o amor,
Contra a cor da folhagem,
contra a carícia da espuma,
contra a luz, nada podeis.

Podeis dar-nos a morte,
a mais vil, isso podeis
- e é tão pouco!

      

Sítios Web sobre o poeta

  

Fundação Eugénio de Andrade
http://www.fe.up.pt/fea
http://alf.fe.up.pt/fea/central.html

  

Informação sobre a Fundação Eugénio de Andrade
http://www.citi.pt/cultura/literatura/poesia/e_andrade/fun_and.html

Biografia de Eugénio de Andrade
http://www.ipn.pt/literatura/eugenio.htm

Prémio vida literária para Eugénio de Andrade
http://portugal-linha.pt/literatura/noticias.html

 

 

 

 Webliografia

http://www.ecolenet.nl/tellme/poesia/eugenio.htm

http://www.ecolenet.nl/tellme/poesia/faz-conta.htm

 


Inês Gil, 12 anos, 6ºC
(Actualizado em 25.06.07)
publicado por aprendizagensnanet às 19:43
link do post | comentar | favorito
|
cecília de meireles

Rabisco/rascunho

http://www.tvcultura.com.br/aloescola/literatura/ceciliameireles/imagens/desenho.gif

Cecília Meireles nasceu em 1901, no Rio de Janeiro e faleceu em 1964, também no Rio de Janeiro. Foi poeta, professora, jornalista e cronista.
No período de 1919 a 1927, colaborou nas revistas Árvore Nova, Terra de Sol e Festa. Fundou a primeira biblioteca infantil do Brasil.
Lecionou na Univerdade do Distrito Federal em 1936 e na Universidade do Texas em 1940. Trabalhou no Departamento de Imprensa e Propaganda no governo de Getúlio Vargas, dirigindo a revista Travel in Brazil (1936).
É considerada por muitos como uma das maiores poetisas da Língua Portuguesa.
Em 1993 foi atribuído o Prémio Camões a Cecília Meireles.

Minha infância de menina sozinha deu-me duas coisas que parecem negativas, e foram sempre positivas para mim: silêncio e solidão. Essa foi sempre a área de minha vida. Área mágica, onde os caleidoscópios inventaram fabulosos mundos geométricos, onde os relógios revelaram o segredo do seu mecanismo, e as bonecas o jogo do seu olhar. Mais tarde, foi nessa área que os livros se abriram e deixaram sair suas realidades e seus sonhos, em combinação tão harmoniosa que até hoje não compreendo como se possa estabelecer uma separação entre esses dois tempos de vida, unidos como os fios de um pano.
Cecíclia Meireles

 

algumas das suas obras são:

Criança, meu amor, 1923
Nunca mais..., 1923
Poema dos Poemas, 1923
Obra em Prosa - 6 Volumes - Rio de Janeiro, 1998

 

http://www.ecolenet.nl/tellme/poesia/cecilia.htm

 

 

Renata Lemes da Silva Nº21 6ºI

publicado por aprendizagensnanet às 14:33
link do post | comentar | favorito
|
"A Lua de Joana"
 
0003t8kw   
 
http://www.esec-emidio-navarro-alm.rcts.pt/mar_da_palha_11/a_lua_de_joana.htm
 
 
Eu li recentemente o livro A Lua de Joana e gostei muito! Por isso, decidi fazer um post sobre isso!
 
A MINHA OPINIÃO:
Eu penso que este livro é muito interessante e ao mesmo tempo dá gosto de ler! É um livro com que podemos perceber e aprender muita coisa, sem que nos percamos nem perdamos a vontade de ler!
 
Este livro rapidamente se tornou favorito!
Aconselho-te a leres A Lua de Joana, pelas razões acima e porque tenho a certeza de que vais gostar!
 
SOBRE A AUTORA:
Este livro foi escrito por Maria Teresa Maia Gozalez, uma escritora portuguesa nascida em Coimbra em 1958.
Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Franceses e Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, foi professora de Língua Portuguesa de 1982 a 1997, no ensino oficial e particular.
Tem vários livros editados, nomeadamente, Gaspar & Mariana, A Fonte dos Segredos, O Guarda da Praia, O Incendiário Misterioso, Histórias com Jesus, A Cruz Vazia, para além da Lua de Joana e é autora da colecção Profissão: Adolescente, da qual, com apenas 13 títulos publicados, já se venderam cerca de 300.000 exemplares.
É ainda, com Maria do Rosário Pedreira, co-autora da Colecção O Clube das Chaves, de que se publicaram 21 volumes, a maioria dos quais com várias edições.
 
E PARA VOS ADOÇAR A CURIOSIDADE, DEIXO UM EXCERTO DO LIVRO:
"Lisboa, 28 de Agosto

Demorei muito para me resolver, o que não era costume. Para dizer a verdade, não sabia que fazer. Precisava de desabafar, tentar compreender tudo o que aconteceu e, como foste sempre a minha única confidente... Não fazia sentido escrever um diário, pois dava-me a sensação de estar a escrever para mim própria, o que acho um bocado estranho. Talvez seja ainda mais estranho escrever-te, mas é uma forma de manter viva a tua memória, pelo menos, até conseguir perdoar-te...

Faz hoje um mês que tu... Não sou ainda capaz de dizer a palavra. Se calhar é porque não acredito que já não estás aqui comigo. É tão dificil de acreditar...!

Como sabes, hoje fiz anos. São duias da manhã e estou demasiado excitada para dormir. Vou contar-te o que recebi. A minha mãe acedeu, finalmente em redecorar o meu quarto - está tal e qual como eu queria! Todo branco (paredes, tapete, colcha, cortina) e até me mandou fazer o baloiço dos meus sonhos..."

(Rabisco&Rascunho. Continua!)
 
[adapt.]
http://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Teresa_Maia_Gonzalez
 
 
Cláudia Carneiro, 11 anos, 6C
[Actualizado em 24.01.07]
 
sinto-me:
publicado por aprendizagensnanet às 14:00
link do post | comentar | ver comentários (15) | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2006
Alice Vieira
Rabisco&Rascunho

 
atenção imagem
Alice Vieira nasceu em 1943 em Lisboa.
 Em 1958 iniciou a sua colaboração no "Suplemento Juvenil" do Diário de Lisboa e a partir de 1969 dedicou-se ao jornalismo profissional.
Desde 1979 tem vindo a publicar regularmente livros tendo, actualmente editados na Caminho, cerca de três dezenas de títulos.
Recebeu em 1979, o Prémio de Literatura Infantil Ano Internacional da Criança com Rosa, Minha Irmã Rosa e, em 1983, com Este Rei que Eu Escolhi, o Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura Infantil e em 1994 o Grande Prémio Gulbenkian, pelo conjunto da sua obra.
Recentemente foi indicada pela Secção Portuguesa do IBBY (International Board on Books for Young People) como candidata portuguesa ao "Prémio Hans Christian Andersen". Trata-se do mais importante prémio internacional no campo da literatura para crianças e jovens, atribuído a um autor vivo pelo conjunto da sua obra.
Alice Vieira é hoje uma das mais importantes escritoras portuguesas para jovens, tendo ganho grande projecção nacional e internacional. Várias das suas obras foram editadas no estrangeiro.
 (texto com supressões)
 
Ana Sofia, 11 anos, 6ºI
(Actualizado em 24.05.2007)
publicado por aprendizagensnanet às 23:19
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 21 de Dezembro de 2006
Aula de avaliação

 

00036qbz

Imagem: sítio web gratuito

 

A última aula do trimestre vai ser dedicada è criação de um post individual para avaliação das aprendizagens.

Estou certa que me surpreenderão pela criatividade dos vossos rabiscos & rascunhos.

 

G.S.

[12-Dez-2006]

 

sinto-me:
publicado por aprendizagensnanet às 01:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
.Direitos de Autor
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.links
.Direitos de Autor
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape
Free Counters
.subscrever feeds